Google+ Badge

domingo, 7 de junho de 2015

Relato de Parto 2 - As dores

Continuando...
Era mais de meia-noite e eu pensei, sendo ou não sendo a hora, vou dar um jeito aqui na "máquina", até como uma maneira de me distrair, e assim fiz, tomei um banho bemmm demorado, lavei os cabelos, sequei com o secador, fiz as minhas unhas das mãos, depilei as pernas, fiz a sobrancelha, tudo isso dando pausas é claro, pois as dores não só continuavam regulares como aumentaram a intensidade! 
Mais de duas da manhã e eu tentei deitar, só tentei, pois eu me mexia de um lado para o outro inquieta de dor, ia para o chuveiro, banho quente, voltava pra cama molhada mesmo, a sorte é que fez uma semana de calor, pois aqui no sul é frio demaissss...
Minha cabeça a essas alturas já estava aceitando a ideia de levantarmos pela manhã e irmos ao hospital ver o que estava acontecendo, tive vontade de ligar pra minha GO, olhei no whats a última visualização havia sido as 02:40, pensei, coitada, não vou ligar, comecei a pensar na mala, a minha, o que faltava arrumar, eram 03:45 não aguentei mais e acordei o marido, -Amor, acorda, olha, acho que precisamos ir pro hospital, mas levanta com calma, devagar, não precisamos correr, vamos resolver tudo e sair...
Ele levantou e em seguida estávamos prontos! 
Nesse tempo de arrumação me alimentei, uma torrada e um copo de vitamina de banana, muitas dores vieram, me agachava com a esperança de passar, fazia movimentos como se estivesse sentada em uma bola, caminhava, rebolava e gemia muito!
04:40 saímos, no caminho muitas dores.
05:00 chegamos no hospital, eu estava a ponto de perder os sentidos, lembro de ter sido levada em uma cadeira de rodas e na triagem ter ficado sozinha sem o marido, muitas dores vieram, e o toque precisava ser feito, pressão ok, toque, 5 cm!
CINCO? em voz alta agradeci muito a Deus! Eu não estava acreditando!
Me levaram para a sala de pré parto, lá aguardei meu marido dar entrada na internação e a minha médica chegar, o próprio hospital ligou urgentemente, e ela em menos de uma hora estava lá, inclusive chegou no quarto antes do marido... Nesse meio tempo de espera tudo passou a se tornar insuportável e eu gemia e gritava muito alto de dor, me agachava, sentava no vaso sanitário, fazia o número 1, fazia o número 2, e nada de ninguém chegar!
A médica chegou e precisava fazer o toque, pra mim era terrível deitar, mas assim fiz pro toque acontecer...

4 comentários:

  1. Ansiosa pela continuação dos relatos! Bjs

    ResponderExcluir
  2. rsrsrsrs, que ansiedade!

    http://giamocaprendada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa... Que emocionante!!! Aguardando ansiosa a continuação desse relato!!! Beijos!!!!

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o meu cantinho, ler e comentar sobre o que tenho a dizer!
Beijos de uma mamãe apaixonada!