Google+ Badge

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Papeando com Azamigas - "Que tal umas dicas para as primeiras semanas da gravidez: Que creme/óleo usar para as estrias, o que alivia as azias e as dores nos seios"

Gente e o dia passou e eu não consegui vir aqui postar sobre a BC, poxa esse tema pra mim é um pouco complicado, pois eu não sei ao certo indicar sobre os produtos, e dicas são as mesmas que acredito todas já saberem!
O tema foi escolhido pela mais nova mamis Jéssica!

Como estou enjoando muito não tenho conseguido usar nada de creme, nenhunzinho, eu comprei bem no início pois descobri com 3 semanas, um kit de óleo e creme do Boticário, falo deles neste post aqui, consegui usá-los por pouquíssimo tempo, pois com 5 semanas os enjoos já vieram com tudo!
Um pouco antes de saber que estava grávida, me deu na telha de ir usando um óleo para já ir me acostumando, e aí comprei no super mesmo aquele óleo paixão, porém o normal, e não o para gestante, que existe mas não tinha, bom, pelo pouco uso, não sei se fazem efeito, mas o mais importante é cuidar a alimentação para não engordar demais e beber muita água, coisa que ainda não estou conseguindo também, ou seja, sou uma forte candidata a tê-las kkkk

Para o rosto nunca esquecer de usar protetor! NUNCA! Fator mega alto! Sempre retocar umas duas vezes ao dia!

Azia, dizem que você começa a ter no 3º trimestre, então ainda não sei o que é, porém ontem eu senti uma queimação tão forte (após vomitar éca) que tô achando que era azia, não tinha nada para amenizá-la, mas ontem mesmo comprei o que minha médica me receitou!

Para as dores nos seios não fiz nada, acho que na verdade não tem o que fazer, eles estão crescendo, se preparando para amamentar lá na frente, a dica que dou a respeito é, usar sutiã de alça larga, comprei na mesma hora, sem arames, que sustente-os bem, tomar sol nos bicos ao menos 15 minutos todos os dias em horário adequado, e ao passar creme e óleo, não passar na aréola nem no bico.

É isso!

Um beijo gurias,
 meu e do baby!


terça-feira, 28 de outubro de 2014

Primeiros presentinhos!

Olááá,
hoje vim mostrar algumas coisinhas que o(a) pituco(a) já ganhou!
São todos de dias das crianças e de três pessoas, uma amiga muito querida que mora em São Paulo, da minha cunhada mana do amor, Mary e da minha sogra Nara que se empolgou e fez um rancho!
Amo presentes, amei tudo!

                                                Esse foooofo foi da amiga Fernanda Tigre



Sapatinho da cunhada, muito muito lindo e delicado!



                                                   Os próximos foram da sogra! ounnnn



                                                      Faixas de proteção para o umbigo
                                          Eu particularmente acho que não vou usar, mas...


Beijos lindonas, baby e eu!

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

2º consulta pré-natal

Oi Gurias...
olha eu aqui "traveis"!

Vim trazer notícias e registrar a nossa segunda consulta!

Bom, vou começar pelo exame de sangue e urina, foi uma lista extensa, porém tudo ok, apenas para toxoplasmose que eu não tenho imunidade, então ela me pediu para evitar comer carne crua de bichos terrestres, sim, eu fui logo perguntando se o sushi estava na jogada, mas ela disse que não, pois dificilmente eu pegaria essa doença comendo peixe cru, carnes então, de gado, ovelha, frango, etc... Me orientou sobre a maionese feita em casa, para eu não comer, sobre o contato com a areia do gato e com terra, plantas, pediu para que eu usasse luvas se precisasse manusear!
Disse que a glicose está muito boa para uma gestante, e que os demais resultados estão ótimos.
Quanto ao ultrasson que ainda não havia levado pra ela, ela apenas confirmou o que eu já sabia do médico do exame, sigo com o utragestan, não preciso de repouso absoluto, porém preciso continuar cuidando grandes impactos, como relação sexual por exemplo, continuar evitando por causa do "cutuco"kkkk e esportes ou exercícios de impacto, corrida, força, enfim...
Depois veio a parte que eu estava temendo e muito, o peso, gente eu achava que tinha engordado no máximo 2kg, mas não, engordei 3kg, poxa vida, fiquei super decepcionada, mas também o jeito que tenho comido não é brinquedo, quem é que não vai engordar comendo um caminhão de comida de 2 em 2h? E pior que não pode ser pouquinho, porque se é pouquinho logo sinto fome de novo!
Ai meu Deus, não sei onde vou parar, e o pior é que o marido não é nada compreensivo quanto a isso, ele fica o tempo todo cobrando e me pressionando sabem?! Poxa, ando super chateada com isso, pois não estou comendo porque quero, e sim porque tenho fome, e passo mal se não como, acho que é melhor eu procurar logo uma nutre, e começar a cuidar da alimentação, por mim em primeiro lugar OBVIO!
Após esse susto, algo muito gostoso, ela usou um aparelhinho que eu nem sabia que existia, algo que parece um radio kkk, ela coloca um pouco de gel e escuta o coraçãozinho...ai gente, ela ouviu duas vezes, mas disse que ele fugia, trocava muito rápido de lugar, e ainda mostrou como era o barulho de quando ele se mexia, fazia "gloub"...kkkkk Oinnnnnn que demais!
Com o baby, tudo certo, tudo lindo!
Saí de lá com a requisição do ultrasson para fazer a translucência nucal que farei dia 05/11, já marquei!
Agora é aguardar as cenas dos próximos capítulos!


Um beijo baby e eu!

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Hematoma subcoriônico/descolamento ovular e Descolamento da placenta

O descolamento ovular ou hematoma subcoriônico, como é cientificamente chamado, é o acúmulo de sangue entre o útero e o saco gestacional no primeiro trimestre de gravidez até a 12° semana.
O descolamento ovular pode provocar sangramento vaginal, mas normalmente é absorvido pelo organismo da grávida até o 2° trimestre da gestação, acabando por desaparecer. Porém, quanto maior for o descolamento, maior o risco de aborto espontâneo.
Caso o hematoma seja confirmado através do exame de imagem, o médico irá orientar a grávida a usar Utrogestan (progesterona) e a repousar, beber muita água e evitar contato íntimo para que o hematoma não aumente e com isso haja menos risco de abortar.
Os sintomas muitas vezes invisíveis incluem cólica, dor abdominal e sangramento vaginal.
As causas do descolamento ovular na gravidez ainda não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que não há nenhum comportamento da mulher que possa provocar ou evitar.
O problema maior é quando o descolamento ultrapassa 40% da área do saco gestacional, porém qualquer tamanho precisa ser cuidado.

O descolamento da placenta é a separação da placenta do útero e só acontece a partir das 20° semana de gestação, que é quando a placenta está completamente formada.
O descolamento da placenta pode ser perigoso para o bebê, o parto poderá ser prematuro ou até mesmo levá-lo a morte fetal.
Os sintomas do descolamento da placenta podem ser dores abdominais intensas, sangramento vaginal, dor na parte inferior das costas e contrações uterinas.
O tratamento do descolamento da placenta deve ser rápido e com a gestante no hospital. A cesariana de emergência é a indicação para salvar o feto.
O diagnóstico de descolamento da placenta é clínico, realizado pelo obstetra, mediante sinais e sintomas da gestante.
Por vezes, o descolamento da placenta e a placenta prévia são confundidos porque ambos podem provocar sangramento vaginal. No entanto, a realização do ultrassom exclui a possibilidade de placenta prévia.
As causas do descolamento da placenta podem ser, esforço físico intenso, quedas durante a gravidez,
acidente de carro, rompimento da bolsa antes da data prevista, excesso de líquido amniótico, gravidez de gêmeos ou de mais de 3 bebês, distúrbio na coagulação do sangue.
O descolamento da placenta pode ocorrer em qualquer grávida, mas há maiores chances de ocorrer naquelas que são diabéticas, pegam pesos ou possuem um trabalho fisicamente esgotante, usam drogas, têm pressão alta durante a gravidez, têm gravidez tardia, após os 40 anos de idade, possuem um mioma uterino.

Fonte:Tua Saúde


É isso gurias, espero ter esclarecido um pouco sobre esse pequeno incidente, por aqui seguimos pedindo ao pai para que nada de ruim nos aconteça, daqui pra frente será só alegria se Deus quiser!

Um beijão, baby e eu!

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

1/4 do caminho!

Oiiiiii, tô aqui de novo...cheia de coceira na língua pra falar ahahahha
Eu agora (depois do repouso e dos resultados) tô só sorriso!
Cheguei na 10º semana amigas, sim, hoje mais precisamente 10+1 e a felicidade reina por aqui...
Quando descobrimos que algo não vai bem se tratando de uma gravidez algo se transforma na gente, e uma frase que ouvi de uma amiga e que achei bem verdade foi essa, "nada como uma nova dor para esquecermos a anterior" e não é que é? Você está com uma dor no estômago, quase morrendo, mas bate o dedinho do pé pra ver se o estômago não fica pra lá?!
Pois então, comigo foi isso que aconteceu, andava muito triste muito cabisbaixa, procurando um motivo para estar feliz com tanto enjoo, com tanta indisposição, quando de repente ouço que teria de ficar em repouso para o meu bebê se firmar, e aí tudo começou a mudar, os enjoos continuaram sim, e continuam, mas essa notícia fez eu valorizar mais ainda esse momento e aprender a dar menos importância para as coisas ao redor, como falta de grana, a casa que não fica pronta, contas vencendo, etc...
Posso dizer a vocês que foram os 10 dias mais demorados da face da terra, pois o que mais queria era saber como estava o meu filho(a), e tudo o que fazia era "nada" eu não podia fazer nada, era da cama para o sofá, do sofá para a cama, graças ao bom Deus não tive sangramento, não tive dor, somente muitos enjoos e vômitos kkkk e graças ao pai MESSSSMO, pois rezei muito, muito, pedi perdão, pedi pra cuidar da gente, pedi que sua vontade fosse feita, agradeci por tudo até aqui....
...e o dia do exame chegou, foi segunda dia 20/10, nesse mesmo dia consegui fazer o exame de sangue e urina também, que eu estava me enrolando pra fazer por causa das 8h de jejum e muiiito enjooo, bom, saí da unimed me vomitando toda kkkkk, mas depois ficou tudo bem (já estou até achando graça nisso tudo), bueno, no exame de imagem no ultrasson, nós já ficamos imensamente felizes pelo o nosso pituco(a) estar crescendo, em dez dias já estava praticamente o dobro de tamanho, 3,1cm, e o coraçãozinho a 174bpm, depois do primeiro exame que foi uma emoção escutar o coração, nesse foi ver ele se mexendo, aiiii gente eu morri de amor, marido só ria, ele parecia um peixinho exibido, é tão lindo de ver! Claro o mais esperado veio no final do exame.

Médico:
"Fernanda, ainda temos um pouquiiiinho do hematoma, mas ele está bem pequenininho, com certeza teu corpo irá reabsorvê-lo, o bebê está se desenvolvendo bem, está tudo certo, agora é seguir cuidando com as mesmas recomendações de antes, mas sem mais a necessidade de repouso absoluto"

UFAAAAAAA....
Saímos de lá muiiiito aliviados, agradecendo a Deus! Meu marido só dizia, - Amor, você cuidou bem do nosso pituco, obrigado, eu te amo!
E ficamos radiantes desde então!
Mesmo com os cuidados que ainda preciso ter, hoje tenho certeza de que tudo ficará bem!
Estou feliz de estar aqui de volta dando boas notícias a vocês e espero que continue assim, aliás, vai continuar!!!
Sexta temos consulta, volto pra contar as novidades!
Agora só pra me exibir um pouco....


Eles crescem demais não é?! Olhem a diferença, 10 dias atrás 1,7 agora 3,1!


  Meu lindo(a)! Posso estar errada, mas parece um pintinho ali na segunda imagem entre as perninhas kkkk #AHLOKA



Beijos baby e eu!

BC - Papeando com "Azamigas" - Como eu lido com os palpites das pessoas na gravidez/maternidade?

Oiiiiiiii, obrigada pelos comentários nas minhas postagens de ontem...fofas!

Vamos a BC? Ela foi escolhida pela recém mamis Bruna, parabéns de novo lindonaaa!

Sabem de uma coisa? Eu ainda não estou vivendo isso e sabem por que?
Porque não falei pra muita gente não kkkk e porque não tenho muita barriga kkk
Eu só falei para a minha mãe e irmãos, sogra e cunhados, alguns amigos que não possuem esse perfil de pitaqueiros e vocês.
Mas eu sei que essa hora será inevitável, e ela chegará mais cedo ou mais tarde, mas assim, vocês não me conhecem, mas sou uma pessoa muito brava, tenho a cara fechada por natureza, e se tratando de palpites (mal vindos), fecharei mais ainda...
Claro que irei escutar muitas coisas absurdas, outras que farão sentido, algumas que serão novidade, sim, a gente não sabe tudo, mas para aqueles que eu não curtir, ou já tiver uma opinião formada, acho que serei sincera, falarei obrigada, vou tentar, ou valeu a dica, já tinha lido sobre isso, ou então, não, isso não farei, já tenho um outro jeito, se não der tento do seu, obrigada.
E assim vai...para as(os) sem noção partirei pra grosseria...e se não gostar chupa o dedo! kkkk


Beijos gurias, mais tarde farei o post com fotinho do baby com 10 semanas! ounnnnn

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Motivo do meu sumiço e notícias do primero ultrasson!

Aiiiiii não aguentei, não aguenteiiiiiiii.....
Vou postar hoje mesmo pra já ir esclarecendo algumas coisas...
Bueno, algumas gurias sabem que dia 08/10 eu faria o meu primeiro ultra, e lá fui eu...
...antes quero dizer que não voltei no dia seguinte e nos demais porque fiquei sem internet, já vão entender...

Momento do ultra, felicidade estampada, naquela hora todo o enjoo foi embora, era muita alegria, nesta clínica que marquei infelizmente não gravam e nem deixam filmar, paciência.
Gente, o médico foi fazendo o exame e meu bebê estava lá, eu vi ele, eu comecei a chorar na mesma hora, de repente ele colocou volume para escutarmos o coraçãozinho, meu Deus, mais lágrimas, agora do marido também, que momento lindo, que magia, que alegria, parecia um sonho, um outro mundo, o nosso mundo, de nós 3, quanta gostosura, coração a 164bpm, 1,7cm de puro amor, quase dois centímetros kkk, toquinhos de bracinhos e perninhas aparecendo, descobrimos pela ultra que eu estava naquele momento com 8s e 1d, e conforme o médico ia falando, algo ia mudando em mim e meu choro agora se transformava em muito medo, em tristeza, em aflição, em milhões de sentimentos que não posso explicar e assim saí da sala, chorando muito, e muito preocupada, pois o que mais queria naquele momento era voar, literalmente voar para a minha GO e ouvir alguma coisa dela, e foi o que fiz, e ela me orientou, repouso de no mínimo 10 dias, e utrogestan uma vez por dia antes de deitar, sem subir escadas, sem pegar peso, fazer esforço, relações sexuais, caminhar e ficar em pé e repetir o exame em seguida a esses dias de repouso.

Apesar de estar tudo ÓTIMO com o nosso filhote, eis o parecer do médico do ultra:
"Fernanda, está tudo bem com o bebezinho, mas temos um probleminha, está vendo essa manchinha aqui? Isso é um hematoma, causado pelo descolamento da placenta, e este hematoma pode virar um sangramento e você perder o bebê, e isso é muito normal acontecer", (hey doutor? normal pra quem hein? sai pra lá...não acho nada normal perder um filho) entendi o que ele quis dizer, mas na hora fiquei louca, saí de lá achando que iria perder minha jóia rara.
No mesmo dia, juntei uns cacarecos do ap onde estávamos e corri pra casa da minha mãe, e lá estou até hoje, seguiremos lá até a casa ficar pronta, hoje voltei a trabalhar, nos dias que se passaram em repouso eu fiquei sem computador, e internet só a do cel, que mal funciona, a gente sabe bem como é o 3g do nosso Brasiiiiilllll, então sumi, fiquei todo esse tempo sem poder falar nada, sem dar notícias, sem escrever no meu blog que amo, e amanhã ou quinta eu conto como foi o outro exame que fiz após o repouso e como anda tudo, tá bom?!
Agora segue umas fotinhos do nosso bem maior!
O nosso milagre de Deus!

Nosso pingo com 1,7cm, nossa vidinha!

O batimento mais lindo de um coração que eu poderia escutar e ele está ali marcadinho
na foto! Bate a 164bpm

Descolamento feio, bobo e sem necessidade ali, marcado em azul...
...Mas quem quer ver isso com um bebezinho lindo aparecendo na foto né?!

Beijos, baby e eu!




(Atrasada)BC- Papeando com 'Azamigas" - Com quem/ Onde deixar o bebê após a licença maternidade.

E aí gurias, tudo certinho?! Gentens, antes de falar da BC que é o assunto do título, e que por váááários motivos deixei passar, motivos esses que explicarei nesta próxima quinta se Deus quiser, eu quero dar um suuuuper parabéns para as gatas que conseguiram seus positivos, caraca, eu fiquei deixa eu ver, 12 dias sem aparecer por aqui e tannnnta coisa já aconteceu! Estou bege!
Então Gabi e Bruna, meus super parabéns a vocês, aproveitem muito, estamos relativamente pertinho em semanas, e olha, desejo que vocês não passem pela metade do que passei e estou passando, e que seja SÓ e MUITAS alegrias e felicidades pra vocês!

Vamos a BC atrasada, BC do dia 15/10 que foi escolhida pela Juliana!

Bom, meu texto sobre esse tema será simples e curto.
Eu, infelizmente não tenho escolha, acabando a minha licença, o baby ficará em uma creche, de preferência próxima ao meu serviço, já tenho indicação de várias mas ainda não fui de fato conhecer nenhuma, eu adoraria ficar em casa, ma$ não dá...deixar com a minha mãe, ou com a minha sogra, never, ah não ser que esteja doentinho, só pra quebrar um galho, sou da opinião que elas já passaram pela criação dos filhos, não merecem esse trabalhão por horas a fio no dia, eu não tenho coragem de fazer isso com elas, e por mais que elas implooorem eu não vou deixar, pois fora toda a responsabilidade de ficar com uma criança, tem toda a parte do desenvolvimento, vou sofrer com doencinhas aqui e ali, mas faz parte, BABÁ? Tá loooouco meu!! JAMÉ!
Então o jeito é, creche sim.


Obs: Muitas novidades pra contar viu? Ainda não decidi se vai ser em um post apenas ou em mais, o fato é que as coisas vão se acumular se eu demorar muito pra falar kkkk
Bom depois eu decido...Mas não deixem de acompanhar!

Beijo grande, baby e eu!

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

BC -Papeando com "Azamigas" -Quais são ou foram os seus critérios de escolha para o carrinho do bebê?

Dia de BC, vamos lá...
O tema foi escolhido pela Mamma!

Eu sei que para escolher um bom carrinho é preciso levar diversas informações em consideração, inclusive colocarei no final uma lista destas, e esta lista certamente levarei comigo quando for comprar (não necessariamente esta).
Meu sonho de consumo inicial são os carrinhos em alumínio que deite completamente e que seja de acoplar o bebê conforto, não precisa ter o moisés, mas o bebê conforto sim, para se estiver dormindo no carro do papi/mamãe continuar dormindo ao andar sem atrapalhar.
Esse da foto sou apaixonada (Bebé Confort)...porém, até lá talvez tenha que ver outras opções pois esse é meio salgado...kkk
Se encontrar algum que esteja dentro de todas as exigências da mamis aqui, daí tranquilo...vai outro...mas esse ainda é o preferido...

imagem google
Essas são apenas algumas dicas, existem muitas outras!!


Site GNT
Como escolher o carrinho do bebê.



1

Praticidade é o mais importante

O item mais importante na hora de escolher o carrinho de bebê é verificar se ele é prático para o seu cotidiano. "Antes de decidir é preciso saber se ele cabe no porta-malas do carro. É prático para levar numa viagem? Fecha fácil, com uma mão só? Cabe nos lugares por onde você passa, ou é tão gigante que não passa pela porta, ou por um corredor?", questiona a pediatra do Hospital Israelita Albert Einstein Milena de Paulis. Resumindo, o princípio de tudo na hora da compra é a praticidade. Por isso, ande na loja com o carrinho, abra, feche, tenha o tamanho do seu porta-malas em mãos para saber se ele cabe no carro, além de se sentir confortável com o controle, já que cada modelo tem controladores com texturas diferentes.
2

Freios, travas e peças metálicas: confira os itens de segurança

Cinto de segurança é um item obrigatório nos carrinhos de bebê. Preste atenção ao manuseio da ferramenta, já que nem todos os cintos são fáceis de manipular. Freios na roda traseira e travas nas rodas giratórias dianteiras são o ideal, enquanto os protetores para ombro deixam o bebê mais confortáveis.Não esqueça de conferir se a capota tem proteção contra os raios solares, já que não basta ser um tecido para proteger a pele do bebê do sol. Peças metálicas, quando expostas e em contato com o sol, podem causar queimaduras na pele.
3

De acordo com a idade do bebê

Os bebês de até três meses dormem bastante e precisam de um carrinho confortável, de preferência com três ou mais posições reguláveis. "O recém-nascido precisa de uma cadeirinha que reclina quase 180º porque ele não consegue ficar sentado", reforça Milena de Paulis. A partir dessa idade, os carrinhos de passeio podem fazer parte do dia a dia do bebê. Chamados de carrinhos guarda-chuva, eles são menores, mais práticos e leves, mas não têm muitas opções de conforto e manuseio. "Eles são muito bons para viajar, mas para o dia a dia, depende do ritmo de vida da família. Normalmente, são estreitos e desconfortáveis", explica a pediatra. Os carrinhos com três tipos de cadeirinha são os mais completos, pois têm o moisés (para recém-nascidos), o bebê-conforto (que usa-se até cerca de 1 ano), e a base normal, para as crianças até os 3 anos, normalmente. 
4

Carrinho de três rodas, ou para cooper

Os carrinhos de três rodas foram pensados para os pais que fazem cooper ou caminhadas empurrando seus bebês. As rodas são mais largas, reduzindo o impacto, e têm freio na alça de controle. Com o sucesso, adaptações para o uso cotidiano fizeram do modelo um hit. "Para correr com o bebê, é preciso que ele tenha mais de 6 meses, sem esquecer de verificar que o cinto está afivelado", afirma Milena. 
5

Carrinhos para gêmeos e irmãos

Não só nos carrinhos dos irmãos, mas em todos os modelos, é importante conferir se há espaço na base que permita colocar bolsas e outros acessórios com fácil acesso para não acordar o bebê caso precise de algo guardado e a criança esteja dormindo. "Os carrinhos para irmãos são muito grandes. É preciso ter um carro maior, verificar o tamanho do porta-malas e saber se ele cabe em casa. É uma proposta interessante, mas pode não ser prático se não for estritamente necessário", explica a pediatra. Vale lembrar que os modelos onde os dois bebês estão unidos pela lateral ocupam mais espaço do que a disposição de trenzinho: antes de se decidir, observe os caminhos por onde costuma andar, para não passar apertos.
6

Usar carrinho tem idade?

Até que idade a criança pode andar no carrinho infantil? Não há regras e cada mãe conhece melhor o seu bebê. "No Brasil, a maioria dos carrinhos é para crianças de até 3 anos. Em passeios mais longos e cansativos, como no shopping, ele é indicado, já que a criança tem que dormir, comer. Mas nos passeios mais curtos, acima dos 3 anos, não tem necessidade", diz Milena.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Procura-se o Glamour!

E aí gentem!!!
A coisa anda parada por aqui, mas também não é pra menos...
...ando passando por tantas coisas...
É, eu sei que a vida não é fácil pra ninguém, pelo menos pra maioria...
...porém tenho me sentido tão estranha, tão sei lá...
E aí eu me pergunto, seria isso normal? 
Será que é uma onda que estou entrando e se eu não me cuidar não saio mais?
São tantos acontecimentos e ao mesmo tempo uma sensação de que nada acontece.
Tá difícil! Tá bem difícil...mas só eu sei de verdade o que tô sentindo aqui dentro.
O motivo de eu estar assim pode ser uma mistura de tudo, eu não sei, eu não encontro respostas, eu não vejo saída, na verdade me sinto "deprê", mas isso é algo que preciso falar em outro post, sobre essa minha tendência.
Idealizava outra história pra essa minha fase...sonhei tanto com esse acontecimento, quis tanto, passei anos idealizando, contando os dias para o momento certo...sofrendo na fase de tentante, e de repente nada, absolutamente nada do que imaginei está acontecendo, não, minto, não posso ser injusta assim, tem uma coisa, uma única coisa que queria que acontecesse e está acontecendo, é a presença do meu marido em tudo e em todos os sentidos...ele é simplesmente perfeito.
Sonhava em engravidar quando a minha casa já estivesse pronta, e com isso viver a minha gravidez plenamente nessa nova casa, recuperando aos poucos o fôlego $$, mas feliz, pensei que não teria enjoos, ou se os tivesse pensei que seriam apenas pela manhã, pensei que eu teria ânimo, pique, vontade de fazer exercícios, pois antes de engravidar vinha fazendo, alimentação achei que eu seria super regrada, beberia muita água como sempre, achei que eu estaria super empolgada lendo e relendo sites sobre maternidade, lojas de roupas e móveis...pensei que eu seria a cara da felicidade, mas não...
...sinto que está tudo certo, mas está tudo errado, dá pra entender?
Pra ter uma noção, amanhã é dia da minha primeira ultra, porém não estou ansiosa, estou empolgada sim, quero saber se meu filho(a), filho(s) está(ão) aqui, se está tudo bem, mas não estou empolgada como gostaria de estar, os exames de sangue, quem disse que consegui fazer? Ainda não consegui fazer, quem disse que consigo ficar 8h em jejum? É muiiiiiiita fomeeeeeeee, mesmo que eu durma, sei lá, 23h e tenha comido, quando eu acordar vou acordar com um rommmmbo no estômago insuportável e se eu não como fico mega enjoada. 
A pura realidade é que estou enjoando desde a 5º semana sem parar, é o dia todo, toda hora, porém eu não vomito, são náuseas, a verdade é que sinto fome a cada 1h e meia ou 2h e eu já não aguento mais isso, pois por mais que eu tenha o que comer, eu simplesmente enjoo do que tem, e aí não desce fruta, não desce pão, não desce iogurte, não desce nada!
A minha casa está em reforma desde junho, ficaram de entregar em dois meses no máximo, já está em 4, em contra partida estou em um lugar que não me sinto bem, antes de descobrir estar grávida tudo ok, mas agora tá complicado, bem complicado, mas não vou entrar em detalhes, a grana por conta dessa obra está curtíssima, então onde está a vontade de olhar sites de compras? E o ânimo para ler? Para se exercitar?
Ânimo eu tenho só pra chorar...verdade.
E sabem o que me deixa mais louca? É que pergunto para algumas mamães como foi com elas, e todas sem exceção me dizem que quase não enjoaram, que foi super tranquilo, tudo ok.
Poxa, por que comigo tem que ser assim? Pq?
Eu estou aqui pra dizer, que nessas primeiras semanas ao menos pra mim, NÃO EXISTE GLAMOUR!
Eu só espero te todo o coração, que eu saia dessa, que Deus me ajude a ressurgir das cinzas...
Essa experiência não está nada legal.

Um beijo e desculpem o desabafo, amanhã BC e na quinta se Deus quiser volto pra falar do exame que farei.

;)

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

BC- Papeando com "Azamigas" - O que vocês pensam sobre chá de bebê ou de fraldas? Farão ou Fizeram?

Oiiiii, hoje é dia de BC, mas vou confessar uma coisa, tô mega enjoada, já li o que todas escreveram até agora, mas eu não estou com a mínima condições de comentar kkkk SORRY!
O tema de hoje foi escolhido pela gravidinha RÊ SILVA.


Eu acho muito válido tanto o chá de bebê quanto o chá de fraldas, aqui meu sonho sempre foi fazer uma festa massa, tipo, com decoração legal, com comes e bebes e tudo mais, mesmo sabendo que isso infelizmente toma bastante $$.
Porém hoje já estou pensando um pouquinho diferente, pois a grana "tá" curta, e essa festa maravilhosa terá de esperar para ser feita talvez no primeiro aninho, mas não deixarei de fazer, vou contar com a minha mãe para me ajudar com os comes, tipo, fazer alguns pratos, eu farei outros, alguns chás e refrigerantes, decoração também feita por mim e por ela, e serão convidadas todas as pessoas do nosso convívio, do nosso meio, penso em apenas meninas para o custo ficar menor, ou se a situação estiver melhorada quem sabe um churras para os maridos e companheiros...
A princípio o foco será em fraldas e pomadas, mas claro que deixarei em uma lojinha com preço bem bom por aqui, a minha lista com alguns itens, se alguém quiser dar algo a mais ficará por conta dos convidados!
Acho uma maneira muito legal de reunir as pessoas que a gente gosta, e eu não sou de convidar quem eu não gosto não, minha família não é grande é enorme, tenho 17 tios, SIM, e mais de 40 primos!
Vocês acham mesmo que convidarei toda essa gente? Não, no meu casamento já não foi assim, agora não seria diferente, quem se interessar por mim, pelo meu baby, será convidado, caso nem saibam que estou grávida, fica no seu cantinho....
Aqui farroupilha, que vou ficar chamando gente que nem sabe se estou viva, se estou bem...
Quanto as brincadeiras, aff, acho o ó esse negócio de riscar a mãezinha, mas acho que não vou escapar, tenho umas tias meio malas, mas vou tentar de tudo, juro, para que as brincadeiras sejam bem tranquilas como adivinhar o tamanho da barriga com um fio de linha, cada pessoa fica com o tamanho que acha que está e a mais aproximada ganhará um brinde.
Ponto.
É isso que penso, acho show pra quem tem quem convidar e ajudar, e se a pessoa não tiver condições acho que é de bom senso alguém fazer uma surpresa...kkk se não rola a surpresa também sem problemas, guarda a grana que iria gastar e se enche de fraldas, pomadas, roupas, lenços...etc...
Bj bj tô mal! :(